• 11 3277 2982
25/04/2014

Número de brasileiros que vão para América Central e Caribe cresce 80%

Os brasileiros estão viajando mais para a América Central e para o Caribe. Segundo novos dados divulgados pela Associação Brasileira das Operadores de Turismo (Braztoa), o número de passageiros que compraram viagens para essa região do continente no ano passado cresceu quase 80% de 2012 para 2013 – foram 384 mil pessoas no ano passado, em comparação com 216 mil pessoas em 2012.

"É um aumento enorme. O Caribe é tido pelos operadores como um destino muito forte hoje e deve ter respondido por grande parte desse número", afirmou Marco Ferraz, presidente da entidade, durante a apresentação dos dados na feira de turismo World Travel Market (WTM) Latin America, nesta quinta-feira (24), em São Paulo.
As informações foram coletadas com os 95 associados à Braztoa, responsáveis por cerca de 85% dos pacotes turísticos comercializados no Brasil.

Segundo Ferraz, a abertura de novas rotas aéreas – como um voo direto entre São Paulo e Havana, em Cuba, inaugurado em julho de 2013 – e a boa relação custo/benefício dos pacotes para a região contribuíram para o aumento.

O faturamento das operadoras com os pacotes para a América Central também cresceu significativamente de R$ 454 milhões para R$ 918 milhões.

Segundo o levantamento, a América do Norte, especialmente os EUA, continua sendo o destino favorito dos brasileiros que compram pacotes: 545 mil passageiros comparam viagens para lá em 2013. Em seguida vem a Europa, com 513 mil.

Já as vendas para a América do Sul diminuíram de 425 mil em 2012 para 394 mil em 2013.

Mergulho
Segundo Fernando Abreu, diretor adjunto do Caribbean (órgão oficial de turismo do Caribe), o interesse dos brasileiros pela região cresceu “definitivamente”. Neste ano, dez países da região vieram fazer divulgação na feira WTM, alguns deles pela primeira vez, caso de Trinidad e Tobago e da ilha de Saint Kitts.

"Muitos querem uma viagem para relaxar na praia, fazer mergulho. Os brasileiros adoram mergulhar, e o Caribe tem muitos lugares bons para essa atividade", diz Abreu.

Também com representantes na WTM, a rede Sandals e Beaches, que tem 18 resorts espalhados pelo Caribe, apresentou crescimento de 25% nas reservas de brasileiros em 2013.

Cancun, no México, Punta Cana, na República Dominicana, e Aruba estão entre os destinos favoritos dos brasileiros no Caribe.

Segundo estatísticas do Banco Central da República Dominicana, quase 93 mil brasileiros visitaram o país em 2013 -- 14% a mais do que no ano anterior. Em cinco anos, o número de turistas brasileiros na ilha mais do que quadruplicou.

Nordeste e Sudeste
Segundo o levantamento da Braztoa, 5,9 milhões de pessoas compraram pacotes com os associados da entidade em 2013 – um leve crescimento em relação a 2012, quando eram 5,7 milhões.

O faturamento das operadoras também cresceu levemente e chegou a R$ 11,1 bilhões, 4% mais que em 2012.[Dia amanheceu com nevoeiro no Rio nesta quarta-feira (Foto: Marcos Estrella/TV Globo)] Preços altos de viagens para o Rio podem ter
contribuído para queda da procura de viagens
para o Sudeste  (Foto: Marcos Estrella/TV Globo)A maioria dos pacotes vendidos foram para destinos domésticos (68% do total), mas a participação dos destinos internacionais no total das vendas cresceu de 29% para 32% de um ano para o outro.

Em relação às viagens domésticas, o Nordeste é a região preferida dos passageiros: mais de 2,7 milhões de pessoas embarcaram para os destinos nordestinos no ano passado, segundo a Braztoa.

O Sudeste continuou como a segunda região mais pedida pelos viajantes, mas decaiu bastante de um ano para o outro. Enquanto 1,2 milhão de pessoas compararam pacotes para esse destino em 2012, em 2013 esse número se reduziu para 608 mil. De acordo com Marco Ferraz, o alto preço das viagens para o Rio de Janeiro contribuiu para a baixa.
  Voltar
X

RECUPERAÇÃO DE SENHA

E-mail:

Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.

Enviar